(11) 4166-3040 marketing@engepol.com

Entender o porquê de se utilizar o reservatório de geomembrana em aterros sanitários é fundamental na hora de escolher as melhores soluções. Afinal de contas, decisões assertivas não só contribuem para uma melhor gestão dos aterros, como também evitam que o meio ambiente seja prejudicado. Quer entender melhor a respeito desse assunto? Confira o post a seguir!

O Brasil é o quarto maior produtor de resíduos do mundo e, por aqui, nem todos esses resíduos acabam tendo o destino correto.

Em muitos lugares ainda ocorre o descarte de resíduos diretamente no solo sem nenhuma proteção, enquanto a destinação mais adequada dos resíduos oriundos das atividades industriais, comerciais e domésticas é o aterro sanitário.

Dispor resíduos em lixões irregulares causa degradação do solo e outros recursos naturais, como por exemplo os aquíferos e prejuízo a qualidade dos alimentos. É necessário entender a importância do aterro sanitário para a preservação do meio ambiente e para melhorar as condições de saúde da população brasileira.

Entender como funcionam os aterros sanitários é fundamental para se compreender a importância da utilização dos reservatórios de geomembrana.

Curioso (a)? Confira o conteúdo que preparamos a seguir e entenda:

     O que são aterros sanitários

     O que é o reservatório de geomembrana e porquê utilizá-lo

O que são aterros sanitários

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), aprovada em 2010, estabeleceu um pacto nacional para a gestão do lixo produzido pela sociedade.

Na prática, isso quer dizer que a responsabilidade sobre todo o ciclo de vida de um produto, desde a sua produção até o destino final, é de toda a sociedade civil. 

A lei também institui que os resíduos devem ter uma disposição final ambientalmente adequada em aterros sanitários, estabelecendo um prazo de quatro anos para o encerramento das atividades dos lixões que existiam no país — o que não aconteceu.

Um aterro sanitário é um espaço destinado à deposição final de resíduos sólidos gerados pela atividade humana, são provenientes de residências, indústrias, hospitais, construções e consiste em camadas alternadas de lixo e terra que evita mau cheiro e a proliferação de animais.

Este é dotado de um conjunto de técnicas que reduzem sobremaneira os impactos socioambientais do tratamento de resíduos sólidos. No aterro sanitário, é feito um prévio

nivelamento de terra e impermeabilização total do solo, o que impede que o chorume contamine o lençol freático.

A contaminação do solo dos corpos hídricos locais por chorume ocorre quando a camada de impermeabilização não é adequada.

Mas como acabar com este problema? Continue a leitura! Este é o assunto que iremos abordar no tópico a seguir.

O que é o reservatório de geomembrana e porquê utilizá-lo

 

O reservatório de geomembrana é o produto geossintético utilizado para barreira de controle de fluxo, nas mais diferentes formas de reservar líquidos e resíduos.

A utilização da geomembrana de polietileno na base do aterro sanitário irá evitar que ocorra a passagem do chorume em sentido ao lençol freático. Caso ocorra aumento do lençol freático devido às chuvas ou por conta de um sistema drenante ineficiente, a geomembrana evitará que a água penetre o interior do aterro sanitário, e consequentemente, diminuirá os custos de tratamento do chorume.

As geomembranas, possuem controle de qualidade rigoroso durante todo o seu processo de fabricação e todos os parâmetros físicos e mecânicos são conhecidos através de ensaios normatizados. Sua composição química é desenvolvida para resistir as intempéries e aos ataques químicos e por isso, a sua vida útil é prevista na ordem de centenas de anos. A pequena espessura da geomembrana aumenta o volume útil do aterro sanitário, pois o volume antes ocupado por solo compactado agora é substituído por resíduos.

Por fim, além do solo e da água, uma outra preocupação dos aterros sanitários é evitar a contaminação do ar pelos gases expelidos durante à decomposição dos materiais orgânicos. Esses fluidos causam mau cheiro e a proliferação de animais vetores de doenças na superfície e provocando o aumento do efeito estufa na atmosfera. Entre os principais gases, destacam-se o metano (CH4) e o dióxido de carbono (CO2). O fechamento das células de um aterro sanitário com, não só evita a saída descontrolada dos gases, mas também permite a captação e canalização do metano, que posteriormente, é levado a uma estação elétrica.

Todas as atividades humanas irão produzir algum tipo de impacto no meio ambiente, seja ele positivo ou negativo, logo é importante que sejam previstas todas as situações possíveis de poluição do meio ambiente. O cuidado com a impermeabilização é imprescindível para evitar a contaminação do solo, da água e também do ar.

Em busca das melhores soluções? Conheça a Nortène Plásticos!

Há mais de 4 décadas no mercado, a Nortène Plásticos se destaca no fornecimento de  reservatórios de geomembrana para aterros sanitários, filmes agrícolas, mulching, telasplástica tecidas, telas plásticas termo-soldadas, silo-bolsa, agro silo tubo Flex-silon, telas tapume e lona para construção e mineração.

Além da fabricação desses produtos já mencionados, a Nortène contribui com seu know how e sua tecnologia exclusiva em plásticos, na fabricação e na comercialização dos produtos de diversas empresas no Brasil.

Reconhecidos pelo seu DNA inovador, os produtos da Nortène Plásticos estão presentes nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal e em mais de 25 países no mundo.

Se você precisar de um especialista para te auxiliar, entre em contato conosco — nós podemos te ajudar!

Open chat
Posso te ajudar?