(11) 4166-3040 marketing@engepol.com

Áudio descrição

Como é feita a instalação da Geomembrana PEAD?

Que o reservatório de geomembrana é uma das melhores soluções para o dia a dia, você já sabe, mas você sabe como surgiu esse tipo de material? Ao longo deste conteúdo você aprende tudo o que precisa saber sobre o surgimento desse material. Confira!

A utilização de materiais para melhorar a qualidade dos solos é prática comum desde alguns milênios antes de Cristo.

Estivas de junco, solo misturado com palha, bambus, etc, em geral materiais vegetais constituídos de fibras resistentes, foram empregados nos tempos, na Grande Muralha da China e em várias obras do Império Romano.

No entanto, após a Segunda Grande Guerra, com o desenvolvimento da indústria petroquímica e com a disseminação dos produtos plásticos, iniciou-se o que podemos chamar de “Era dos Geossintéticos”.

As primeiras utilizações de geotêxteis como elemento filtrante foram em obras costeiras nos Países Baixos e nos EUA.

No Brasil, a aplicação do reservatório de geomembrana no Brasil na década de 80.

Neste sentido, após anos de uso e de estudos, surgiram uma gama enorme de produtos incluindo os reservatórios de geomembrana.

Esses produtos são essenciais para a Engenharia Civil se modernizar. Não somente na qualidade de uma obra, mas com o aumento de sua vida útil, melhor trabalhabilidade, mais rapidez e menor custo.

A seguir, você encontra um breve resumo através das décadas de como os geossintéticos, incluindo reservatório de geomembrana foram evoluindo até chegar ao que conhecemos hoje. Curioso (a)? Continue a leitura!

Geossintéticos e Reservatório de geomembrana através das décadas

Anos 50

Na década de 50, geotêxteis tecidos foram utilizados como elementos de filtro para proteção anti-erosiva em obras hidráulicas em alguns países.

Anos 60

Neste período a aplicação de geotêxteis passou a ser utilizada como elemento separador e de reforço entre materiais com características mecânicas e físicas diferentes, principalmente em obras viárias.

Ainda nesta década, aconteceram as primeiras aplicações da georredes e geogrelhas.

Anos 70

Nos anos 70, a aplicação dos geotêxteis começaram a acelerar no Brasil em obras de drenagem, filtração e reforço de solos.

No Brasil, os geotêxteis foram utilizados principalmente em obras rodoviárias.

Anos 80

Somente nos anos 80 foi que a primeira geomembrana fabricada no Brasil foi utilizada em obra de contenção e proteção ambiental.

Neste período tivemos três eventos:

  • 1982: II International Conference on Geotextiles nos EUA;
  • 1983: criação da IGS, então denominada International Society on Geotextiles;
  • 1986 a III International Conference on Geotextiles, na Áustria.

Anos 90

Os anos 90 foram marcados por muitos estudos e reconhecimento da utilização do reservatório de geomembrana para diversas soluções.

Nesta década a Engepol foi pioneira na produção de geomembrana de PEAD no Brasil.

O impulso gerado pelos estudos desencadeou no surgimento de uma gama enorme de produtos e usos que, ao se combinarem, têm gerado inúmeras novas utilizações importantes:

  • 1990, teve lugar a IV International Conference on Geotextiles, Geomembranes and Related Products, na Holanda;
  • 1992, o Seminário sobre Aplicações de Geossintéticos em Geotecnia – Geossintéticos 92em Brasília;
  • 1994, a V International Conference on Geotextiles, Geomembranes and Related Products, em Cingapura, com a presença de mais de 750 especialistas de todo o mundo;
  • 1995, o 2o Simpósio Brasileiro sobre Aplicações de Geossintéticos, em São Paulo;
  • 1998, foi introduzido oficialmente o termo Geossintéticos na realização da VI International Conference on Geosynthetics, nos EUA e a criação da Associação Brasileira de Geossintéticos – IGS-Brasil;
  • 1999, o 3o Simpósio Brasileiro sobre Geossintéticos / 1o Simpósio Sul-americano de Geossintéticos, foram realizados no Rio de Janeiro.

Onde o reservatório de geomembrana pode ser utilizado

Após aprender a história a respeito do reservatório de geomembrana, entenda como ela pode ser aplicada em diferentes locais e apresentar diferentes soluções:

Mineração

A mineração produz grande quantidade de rejeitos que podem ser contaminantes. Neste cenário a geomembrana é utilizada na impermeabilização de barragens de rejeitos, pilhas de lixiviação, lagoas e coberturas, prevenindo a contaminação de solo e água.

Indústria

Em bacias de contenção e lagoas de tratamento de efluentes as geomembranas de PEAD agem como barreiras físicas no caso de vazamentos, protegendo sistemas de drenagens, águas pluviais, corpos hídricos e solo.

Aterros

Na área de gestão de resíduos, a geomembrana é utilizada na impermeabilização dos aterros de resíduos perigosos e não perigosos, lagoas de chorume e também cobertura de aterros. Sua utilização evita a contaminação do solo, água e ar oriundos da decomposição dos resíduos.

Recursos Hídricos

O revestimento de canais de irrigação com geomembrana de PEAD praticamente eliminam a perda de água por conta de sua baixíssima permeabilidade, proporcionando maior aproveitamento e eficiência na condução da água nesta aplicação.

Aquicultura

A impermeabilização de tanques para criação de peixes e camarões com geomembrana de PEAD traz inúmeras vantagens tais como economia de água, proteção contra doenças e aumento de produtividade,

Agrícola

Pode ser usada a geomembrana para construção de esterqueiras de contenção dos dejetos oriundos de criação animal. Também pode ser usada como cobertura para captação do gás gerado para fins energéticos.

Também é utilizada para revestimento de reservatório de água para irrigação.

Em busca das melhores soluções? Conheça a Nortène Plásticos!

Ainda não sabe onde pode encontrar as melhores soluções para o seu dia a dia? Conheça a Nortène!

Há mais de 4 décadas no mercado, a Nortène Plásticos se destaca no fornecimento de reservatórios de geomembrana, filmes agrícolas, mulching, telas plásticas tecidas, telas plásticas termosoldadas, silo-bolsa, agro silo tubo Flex-silon, telas tapume e lona para construção e mineração.

Além da fabricação desses produtos já mencionados, a Nortène contribui com seu know how e sua tecnologia exclusiva em plásticos, na fabricação e na comercialização dos produtos de diversas empresas no Brasil.

Reconhecidos pelo seu DNA inovador, os produtos da Nortène Plásticos estão presentes nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal e em mais de 25 países no mundo.

Se você precisar de um especialista para te auxiliar, entre em contato conosco — nós podemos te ajudar!