(11) 4166-3040 marketing@engepol.com

O teste de estanqueidade é um método que verifica, em geral, o vazamento em reservatórios de Polimanta. Vamos entender mais a seguir!

Estudos mostram que a grande maioria dos furos nas Polimantas ocorrem durante e depois da instalação da Polimanta. Se estes furos não forem detectados e reparados, causam vazamentos que só serão identificados muito tempo depois, quando já é muito difícil ou as vezes até impossível serem reparados.

Por este motivo a verificação de estanqueidade é essencial para a função de barreira da Polimanta. Esta verificação é composta por uma série de ensaios realizados em 2 etapas.

A primeira etapa é realizada pelo instalador, durante a instalação da Polimanta. De acordo com a norma ABNT NBR 16199/2013, devem ser realizados os ensaios destrutivos e não destrutivos nas soldas, como parte do controle de qualidade da instalação.

A segunda etapa é feita após a instalação da Polimanta por empresa especializada na detecção de vazamentos em Polimanta cobertas. Os ensaios geoelétricos fazem a detecção de furos em Polimantas cobertas por solo ou líquido.

Acompanhe a seguir a descrição dos ensaios destrutivos, não destrutivos e geoelétricos e sua importância para detecção de furos.

ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS

Todas as soldas deverão ter a estanqueidade verificada ao longo do seu comprimento, através de ensaios não destrutivos. Esses ensaios devem ser realizados simultaneamente com os serviços de solda e são os seguintes:

▪ Ensaio de vácuo. Quando usado o sistema de solda por extrusão deve-se realizar um teste de vácuo para garantir a integridade da solda. Neste ensaio a solda é submetida a uma pressão negativa através de uma caixa de vácuo transparente com vedação.

▪ Ensaio de pressurização. Quando usado o sistema de solda por termofusão de linha dupla deve-se realizar um teste de prova de ar para garantir a integridade da solda. Neste ensaio a solda é selada, submetida a pressão de ar e monitorada.

▪ Ensaio da faísca elétrica ou “Spark test”. O ensaio “Spark Test” poderá também ser utilizado para verificação da estanqueidade global da superfície total da Polimanta do revestimento executado. Um dispositivo semelhante a uma escova metálica, conectada a uma fonte de elétrica, deve então ser guiado lentamente, por um operador, por sobre e ao longo da linha de solda. Qualquer falha será detectada pela emissão de uma faísca elétrica.

Os controles não destrutivos devem ser realizados em 100% das soldas.

ENSAIOS DESTRUTIVOS

Devem ser feitos para avaliar estatisticamente a qualidade das soldas.

Os ensaios destrutivos deverão seguir as recomendações das normas ASTM D 6392 e GRI GM19, e atender a duas propriedades básicas de resistência: cisalhamento e descolamento da solda. Os ensaios são realizados na obra, em tensiômetros portáteis.

ENSAIOS GEOELÉTRICOS

Os ensaios geoelétricos são realizados em Polimantas cobertas por solo ou água. Eles detectam furos gerados nas atividades realizadas em cima da Polimanta após sua instalação, principalmente no espalhamento e compactação do solo de cobertura da Polimanta.

As principais normas utilizadas para detecção de furos em Polimantas por método dipolo cobertas por solo ou água são as ASTM D7007 e ASTM D 8256, sendo a segunda mais atual e completa sobre como preparar o local para verificação e apresentar os resultados.

MAIS SEGURANÇA NOS PROJETOS

A realização de todos estes ensaios para verificação de estanqueidade da Polimanta vai impactar positivamente na redução da ocorrência dos furos e na reparação dos furos que possam ocorrer, minimizando situações de vazamento e geração de passivo ambiental.

Isto traz mais segurança nos projetos de engenharia de onde o impacto ambiental, financeiro e social é crítico em caso de falha.

Em busca das melhores soluções? Consulte os especialistas da Nortène

Ainda não sabe onde pode encontrar as melhores soluções para o seu dia a dia? Conheça a Nortène!

Há mais de 4 décadas no mercado, a Nortène Plásticos se destaca no fornecimento de reservatórios de Polimanta texturizada, filmes agrícolas, mulching, telas plásticas tecidas, telas plásticas termosoldadas, silo-bolsa, agro silo tubo Flex-silon, telas tapume e lona para construção e mineração

Além da fabricação desses produtos já mencionados, a Nortène contribui com seu know how e sua tecnologia exclusiva em plásticos, na fabricação e na comercialização dos produtos de diversas empresas no Brasil.

Reconhecidos pelo seu DNA inovador, os produtos da Nortène Plásticos estão presentes nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal e em mais de 25 países no mundo.

Open chat
Posso te ajudar?